Open Innovation



O termo de inovação aberta (também chamado open innovation) se atribui a Henry Chesbrough, diretor executivo do Centro de Open Innovation da Universidade de Berkeley, através do seu livro publicado em 2003: "Open Innovation – The new imperative for Creating and Profiting from Technology" e pode resumir-se na seguinte citação: Open innovation assumes that firms can and should use external ideias as well as internal ideias, and internal and external paths to market (…) Valuable ideias can come from inside or outside the company and can go to market from inside or outside the company as well.

A inovação aberta surge como um novo paradigma de gestão que concebe a inovação como um sistema aberto onde agentes internos e externos participam no processo de inovar e melhoram as possibilidades competitivas da organização. Não é tanto um repto tecnológico, senão mais bem uma mudança substancial de atitude e de processo na organização.

A chave da inovação aberta são a abertura, a colaboração e a procura de criatividade. As ideias não são unicamente geradas no interior, senão que podem ser geradas de forma colaborativa entre diferentes organizações ou podem ser importadas desde organizações externas, gerindo os conflitos potenciais. As inovações e tecnologias da organização podem ser compradas, vendidas, licenciadas, emprestadas e reinventadas antes de chegar ao mercado tradicional e desde qualquer público com o que esta inter-relaciona. Estas saídas podem ser em forma de spin-off e licença de patentes, entre outras.

Trata-se por tanto de uma profunda mudança do paradigma imperante na organização que lhe permite ser mais rápida que a concorrência, mais competitiva e contribuir com maior valor acrescentado. Segundo diversos estudos, as organizações comprometidas com a inovação aberta trabalham com uma rede de partners bem mais extensa e colaboram tanto para cima como para baixo na corrente de valor.

Para aplicar a inovação aberta duma organização são numerosas as ferramentas, práticas e guias disponíveis. Existe uma extensa e atualizada literatura disponível na rede.

Conteúdos Relacionados

open innovation