Criação de Empresas de base Tecnológica


  • Iniciativa pioneira que impulsou a criação de empresas de base tecnológica nas Universidades públicas Espanholas. A liberação das obrigações de docência do professor e o assessoramento personalizado foram chave para lançar 15 projetos empreendedores, em setores tão diversos como: TIC, Ciências da vida, Biotecnologia, Agro-alimentício, Energia ou Ciências sociais.

    Ler mais

Ao inicio de gerar uma empresa de base tecnológica existem uma série de requisitos indispensáveis que se devem definir e incentivar no processo de criação da Spin-off ou Start up, estes determinarão o sucesso ou fracasso dum projeto empresarial deste tipo. Estes são: dominar a tecnologia, formar uma equipa promotora forte, dispor de um bom produto ou serviço inovador, proteger adequadamente a vantagem competitiva, aceder ao mercado com uma sólida estratégia comercial e fazer parte dum meio inovador e com networking.

Em função destes fatores estratégicos articula-se todo o processo de criação de uma empresa de base tecnológica e este se compõe de uma série de etapas fundamentais:

A criação dum processo de negócios baseados em tecnologia começa quando os profissionais ou pesquisadores detetam que têm um resultado de investigação, uma tecnologia ou conhecimento inovador com elevado potencial de crescimento de negócio e também que têm uma ideia de negócio para explorá-lo comercialmente no mercado.

Esta invenção com potencial comercial deve ser associada com um processo, produto ou serviço oferecido ao mercado pela futura empresa e conhecer as seguintes características necessárias:

  • Ter potencial de mercado.
  • Ser uma tecnologia suficientemente madura de resultados de investigação com base numa estratégia de direitos de propriedade intelectual para criar uma vantagem competitiva, como empresa.

Em este ponto os profissionais e pesquisadores devem detalhar a ideia de negócio, descrevendo a oportunidade que existe no mercado e como a empresa futura pretende tirar proveito e aproveitá-lo.

A equipa humana que promove a criação duma empresa de base tecnológica é a parte mais importante do projeto empresarial. É o pessoal que conhece a tecnologia, concebe a ideia de negócio, elabora o plano de empresa e participa no capital social e financeiro da futura empresa.

O ideal é reunir uma equipa multidisciplinar, composta por pessoal com alta qualificação e diferentes perfis académicos e profissionais, que combinem conhecimentos científicos com a gestão empresarial e avaliem o projeto empresarial com as suas trajetórias profissionais. Todos devem ter um elevado compromisso com o projeto empresarial, compartilhar uma série de objetivos e metas comuns com a empresa e assumir papéis específicos e complementares entre si.

No caso das Spin-off universitárias existem uma série de considerações legais que definem as modalidades de participação nas Empresas de base Tecnológica dos membros da comunidade universitária, especificamente de professores universitários e pesquisadores. Estes podem participar desde uma vinculação plena, compatibilizando funções ou como assessores científicos. As modalidades concretas de participação diferem segundo o país ibero-americano, sendo determinadas por leis nacionais e regulamentos específicos de cada universidade ou centro de investigação.

Na equipa promotora uma ou mais pessoas devem assumir a liderança do projeto empreendedor. Na maioria dos casos, este é um facto muito valorizado pelos investidores à hora de conceder financiamento.

O plano de negócios, também chamado plano de empresa ou business plan, é uma ferramenta imprescindível para definir as peculiaridades do projeto empresarial que se pretende lançar ao mercado e, ao longo do processo, converter-se-á na guia de atuação da equipa empreendedora.

O plano de negócios é um documento no qual se tem que identificar, descrever e analisar as oportunidades de negócio; analisar a viabilidade económica, técnica, de mercado e financeira da mesma, e detalhar os primeiros passos que serão necessários para iniciar a atividade empresarial. O seu horizonte temporário se situa, normalmente, entre os 3 e 5 anos.

Existem diversas propostas para elaborar um plano de empresa, apresentamos-lhe uma série de recomendações úteis para a elaboração de um plano de empresa: recomendações úteis para a elaboração dun plano de empresa.

O financiamento das empresas de base tecnológica, spin-off e star-up, requer de uma combinação de diferentes fontes económicas em diferentes etapas do ciclo de vida da empresa. Estas fontes de financiamento podem ser próprias dos empreendedores ou proceder de fundos alheios, e ser tanto públicas como privadas. Entre as fórmulas de financiamento mais relevantes destacam o Capital Risco e os Business Angels.

Um plano de negócio deverá planificar várias rodadas de financiamento, segundo o desenvolvimento estimado da empresa, para consolidar o crescimento do projeto. No entanto, deverá ser um planeamento flexível já que tem-se de ser capaz de adaptar a estratégia de financiamento à evolução final da empresa no mercado.

A seguir, propomos uma classificação de fontes de financiamento para empresas de base tecnológica.

Uma vez constatada a viabilidade comercial e a rentabilidade económica do projeto empresarial tem que se decidir o acordo específico de transferência de tecnologia que adotarão as partes envolvidas para explorar comercialmente a tecnologia. Trata-se, por tanto, dum processo negociador entre as partes, especialmente no caso de Spin-off universitárias.

Neste processo determinam-se também as modalidades remuneratórias que se utilizam. O mais usual costuma ser o pagamento de regalias ou royalties como mecanismo de retribuição, seguido de outras modalidades como um pagamento inicial (up front fee) e royalties; uma participação em empresas constituídas para explorar a tecnologia; ou pagamentos à conta (lump sums segundo milestones).

O passo prévio à posta em marcha da empresa é a gestão dos trâmites legais e administrativos necessários para constituir oficialmente a empresa. Estes são específicos da cada país ibero-americano.

Conteúdos Relacionados

empresa de base tecnológica